AfrikaansArabicChinese (Traditional)DutchEnglishFrenchGermanHebrewHindiItalianJapaneseKoreanPortugueseRussianSpanishTurkish

Famílias de bem aplaudem chacinas em presídios – Visão Espírita

família bem pedem morte criminosos

Recentemente tivemos o umas das rebeliões mais sangrentas e de maiores repercussões nacionais, devido seu auto grau de barbáries no sistema prisional do Brasil, devido a rixas entre facções grupos se rebelaram causando as mortes de 56 presos em Manaus e outro com 33 mortos em Roraima, e tudo ocorreu com autos índices com requintes de crueldades.

E para deixar ainda mais fria a névoa negativa do ambiente, o deputado federal Fernando Francischini (SD) comentou em sua pagina das redes sociais: “famílias de bem” estão “aplaudindo de pé” as mortes de bandidos de organizações criminosas e quando não mais, justificados muitos pelo dito “leva pra casa”.

Cada um é livre para crer e agir como bem quer, más vamos apenas colocar em evidência esse conceito errôneo sobre família, perante a crença espírita cristã aqui.

Famílias do Bem

familas do bem

A Sociedade hoje vive uma ilusão de seus valores, onde falsos lideres, filósofos, moralistas, heróis e religiosos encontraram o campo propício para propagarem suas limitadas ideais, baseados em éticas totalmente retrógradas.

Diante de tudo isso, se firmou uma visão tida como cristã atualizada, onde os ensejos pela preservação da vida física, ultrapassa tudo aquilo que consideramos anormal, em matéria de renúncia em favor de um bem maior; pela fé na imortalidade.

“E livrasse todos os que, com medo da morte, estavam por toda a vida sujeitos à servidão.” (Hebreus 2:15)

Ou melhor: o medo, usado ainda pelos poderosos e forças astrais das trevas é um ótimo meio para escravizar, em muitos casos, como no exemplo da criminalidade, pelo medo, sem um controle ao próprio instinto de preservação, o ser humano tido de bem, passa a desejar a morte de seu próximo, como necessidade á sua segurança e felicidade.

Essa visão estreita e deturpada tomou conta tanto do mundo cristão hoje, que vemos muitos elegerem supostos heróis extremistas como Jair Bolsonaro; que discursa com utopias de justiças e salvação, pelo fim de direitos humanos e a centralização pelo abuso do poder policial, numa suposta apologia aos antigos “esquadrões da morte” como meio de purificar a sociedade.

Vejam: DireitaCristãos evangélicos, Extrema , Maçonaria e o Golpe no Brasil de 2016

Brasil mãe para bandidos

Brasil mãe dos Criminosos

O discurso dos ditos conservadores é; que a nação por consequência do governo anterior, permite mordomia e maior proteção á bandidos sejam na sociedade ou nos meios prisionais, más o correto, seria a pena de morte, que ao mesmo tempo, também resolveria o problema da superpopulação mundial.

– Apesar desta maior tolerância com criminosos, em relação á outros países, vamos notar que isso se enquadra nos padrões de uma nação do EVANGELHO, analisando a pergunta 761 de Allan Kardec aos espíritos superiores no livro dos espíritos.

(Pergunta: 761). A lei de conservação dá ao homem o direito de preservar a sua própria vida; não aplica ele esse direito quando elimina da sociedade um membro perigoso?

Resposta — Há outros meios de se preservar do perigo, sem matar. É necessário, aliás, abrir e não fechar ao criminoso a porta do arrependimento.

– Como vemos, a resposta dos espíritos superiores são taxativas. A própria espiritualidade maior nos incentiva de todas as formas preservar a vida, e está dentro do principio:

“Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus;” (Mateus 5:44)

Muitos cristão evangélicos, aqui sem generalizar ou criticar; ex-viciados, criminosos, assassinos, puderam se regenerarem diante da sociedade levando uma vida normal, más porque estes hoje apoiam idéias extremistas, por optar em vingadores como Bolsonaro, não querendo na verdade; darem as mesmas oportunidade que tiveram á seus irmãos que estão hoje perdidos ?

Se tais sentimento sobrevive dentro de tais instituições na verdade, é que não vivem uma verdadeira evangelização, más a das religiosidades das aparências, querem misericórdia e não querem da-la aos outros, é um sentimento, além de egoísta e anticristão, lembremos da mensagem do Evangelho de (Mateus 18:23-35)

Profissão da Morte e Vida

Não queremos aqui deixar uma visão radical de mantenimento criminal na sociedade humana. Cada homem deve ser responsável pelos seus atos e toda ação gera uma reação. Os profissionais da segurança como os polícias são um contra peso e elemento regulador do abuso das atividades criminais e que por meio deles, Deus também executa sua justiça.

Lembremos do Rei NABUCODONOZOR utilizado por Deus como sua mão, para levar castigo ao povo pecador de Israel (Jeremias 27:6)

Portanto; não estamos aqui defendendo o desarmamento e a precarização destes professionais, más dando uma visão mais ampla sobre o conceito de justiça criminal humana. Tais profissionais como homens de guerra, são imposto pela força, pois suas profissões assim exigem a matar para suas defesas e de seu próximo, e sobre esta questão o livro dos espíritos nos explica a responsabilidade do ser.

748. Deus escusa o assassínio em caso de legítima defesa?

Só a necessidade o pode acusar; mas, se pudermos preservar a nossa vida sem atentar contra a do agressor, é o que devemos fazer.

749. O homem é culpável pelos assassínios que comete na guerra?

Não, quando é constrangido pela força; mas é responsável pelas crueldades que comete. Assim, também o seu sentimento de humanidade será levado em conta.

Ou seja; o policial para preservar sua vida e de seu próximo ao matar um criminoso, não é culpável aos olhos de Deus, más será culpado pela crueldade ou até pelos abusos e mortes injustas. Entendendo assim, que matar quando tiver que matar e ser misericordioso quando a situação for necessária.

Justica divína

Justiça de Deus e a dos Homens

745. Que pensar daquele que suscita a guerra em seu proveito?

Esse é o verdadeiro culpado e necessitará de muitas existências (reencarnações) para expiar todos os assassínios de que foi causa, porque responderá por cada homem cuja morte tenha causado para satisfazer a sua ambição.

– Os homens geralmente julgam as coisas segundo segundo seus ponto de vistas limitados, sem a compreensão de uma visão mais ampla sobre a justiça divina. Por esse motivo, as revoltas e ódios passam a envolver muitos, diante daquilo ao qual julgam uma injustiça ocorrida pela mãos de um criminoso e isso levou e leva a muitos a até fazerem a justiça com as próprias mãos.

O que se vê em muitos casos como injustiça, muitas vezes pode ser um reajuste karmico, onde o tal inocente aos nossos olhos, apenas colhe o mal que fez á outros em outra vida, e nesta hora até um criminoso destes, está sendo usado pela justiça divina para esta quitação.

Lembremos do menino João Hélio que morreu arrastado pelo carro da família, preso ao cinto de segurança numa tentativa de assalto, e que na verdade; ali estava ocorrendo uma quitação sua de uma dívida antiga de outra encarnação. Veja aqui a carta psicografada de João Hélio.

Se queremos evitar problemas futuros, devemos seguir o conselho de Jesus que diz: “não peques mais”, pois não há como burlar a justiça divina, tendo todos nós o dever de colher até o “último centil” do mal que afligimos aos outros.

Necessariamente, não é pertencer a esta ou aquela religião que purifica nossas faltas como muitos creem, más nossas atitudes na justiça, verdade e amor. Portanto, cada obra no bem aos outros é que nos “regenera” nesta vida, muitos erros antigos.

Vejam: O engano da Regeneração Batismal pelo Sangue de Jesus

espiritos-amparados

Famílias de bens espirituais

Desejar o mal alheio independente de quem seja, nada tem de amor ao próximo, é apenas fruto do ódio, pelo medo desmedido e o mal intendimento do mundo maior, que gera mais dívidas do que débitos, pois qual é o pai que quer ver seus filhos sofrerem no futuro ?

Assim, esse conceito moderno de família de bem é uma ilusão diante da complexabilidade da vida espiritual, porque o plantio é livre, más a colheita sempre é obrigatória.

Por isso não se deve desejar mal ao filho do próximo, independente de quem sejam. Existem aqueles que não serão pelo destino jamais prejudicados por tais almas criminosas, como aqueles, que mesmo que feridos, não venham a falecer, porque tudo é merecimento de cada um, pois não caia uma folha de uma arvore se não for pela vontade divina como se diz nas escrituras.

Temos sempre, que pedir o melhoramento de todos em nossas orações, pois na lei do evangelho, o que se deseja para o próximo é para Deus que se faz.

Que possamos a cada dia repensar sobre nossas atitudes, não deixando a raiva e ódio nos guiar, más entender que tudo na vida tem um propósito e confiar na mão daquele ao qual governa todo este planeta e o criou; nosso mestre Jesus, pois todo homem de bem após seus desencarnes são sempre bem amparados e a morte não existe !

Abraços e paz a todos.

Autor: Valter J.Amorim


Postagens Relacionadas:

A Verdadeira Proteção Espiritual

Salvação pelo Batismo, Fé ou Obras ?

O Dogma do Batismo e a Reencarnação

A Bíblia e a Vida Após a Morte, como negar as evidências ?

Leave a reply